quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

Fifa decide na quinta as sedes das próximas Copas

Falta muito tempo ainda para as Copas 2018 e 2022, porém nesta semana não se fala em outro assunto. A partir de amanhã as nove candidatas começam a apresentar os projetos, a decisão sai na quinta-feira. Conheça abaixo as candidatas e meus palpites.

*** Grandes chances

** Poucas chances

* Zebra

2018

russ*Rússia

A última participação em mundiais foi em 2002, possui pouca tradição e teria que construir 13 dos 16 estádios. A segurança e a distância entre as sedes são outros problemas. A favor pesa o fato de o país nunca ter sediado um mundial.

 

ingl ***Inglaterra

Dona da maior liga do mundo com estádios modernos e pequenas distâncias são apenas alguns dos dados a favor da candidatura. Ter sido sede de uma Copa e um recente documentário da rede BBC com acusação de subornos pode comprometer.

 

espepor ***Portugal/Espanha

Campeonatos fortes, estádios modernos, boa base hoteleira e curtas distâncias ajudam a candidatura ibérica. A crise econômica e um mundial recente (Espanha em 1982) são os pontos fracos.

 

 

holebel **Bélgica/Holanda

Atual vice-campeã do mundo a Holanda forma com a Bélgica uma parceria um tanto quanto duvidosa, imagine se Brasil e Argentinas fizessem uma candidatura única, é algo parecido. A Euro 2000 realizada pelos dois países e a estrutura são os pontos positivos. A rede hoteleira preocupa.

 

2022

Das cinco candidaturas apenas a do Qatar seria uma grande zebra, pela pouca tradição que o país tem no esporte e pelo forte calor que pode ser uma ameaça aos atletas. No entanto, o dinheiro pode ser um atrativo. A Austrália pode levar o Mundial para a Oceania pela primeira vez e a infra-estrutura do país é favorável, além de ter sido sede Olímpica. As outras três candidatas sediaram uma Copa do Mundo recentemente. Os EUA há 16 anos fizeram o mundial mais lucrativo e sonham com outra Copa. Há quem diz que o país é o favorito. Japão e Coreia sediaram o mundial ainda nesta década e por mais modernos que sejam os estádios, uma segunda edição em tão pouco tempo iria contra o famoso rodízio que a FIFA implantou.

**Austrália

*Coreia do Sul

*Japão

***Estados Unidos

*Qatar

2 comentários:

  1. A FIFA escolheu Rússia e Qatar, vê-se que minha visão é totalmente inocente em relação a esta entidade. Será que a escolha tem relação com dinheiro?

    ResponderExcluir
  2. Hahahahaha....q chuta mais torto...nunca vi...hahahahaha!!!!!

    Se tem a ver com dinheiro não sei, mas por tradição no futebol não foi.

    Abraço

    ResponderExcluir