quinta-feira, 9 de setembro de 2010

20 anos de carreira do mito

Ele completou 20 anos de carreira, 17 deles em um dos maiores clubes do país, já ganhou três brasileiros, duas libertadores da América, dois mundiais interclubes, três paulistas, uma Copa das Confederações e uma Copa do Mundo. Já marcou 90 gols – o maior goleador no mundo em sua posição - e é o recordista de jogos com a camisa do seu clube com 924 partidas. Seu nome? Rogério Ceni, ou RC.

download Odiado pelos rivais e idolatrado pelos tricolores, Ceni chegou ao clube em 1990 e aos poucos foi ganhando seu espaço. Teve que esperar a saída de outro ídolo – Zetti – para brilhar.

O olhar fixo do garoto que assumia o gol do São Paulo parecia mostrar a todos que ali nasceria um mito. A confiança no seu trabalho por vezes é encarada como marra por seus oponentes. A tranqüilidade que passa aos companheiros de clube e a gana por vitória o tornam exemplo para os mais jovens.

Exemplo em campo e fora dele, Ceni gosta de frisar que não fuma e não bebe. Talvez por isso ainda jogue em alto nível. E não adianta alguém citar Romário que jogou até os 40 e tantos anos, porque desde os 30 e pouco ele apenas andava em campo, era gênio, mas não mais atleta. Aliás, quantas lesões teve Ceni na carreira? É possível contar nos dedos. Faltas em treino? Este ano nenhuma, segundo o próprio.

Reza a lenda de que Ceni não voltou à seleção devido ao episódio dos ‘carecas’, no qual após a conquista de um título todos os jogadores da seleção raspariam a cabeça, porém ele não topou. Outro exemplo de personalidade do capitão são paulino.

ceni É inacreditável como não nos deslumbramos com o fato de RC ter feito tantos gols, se tornou comum, para nós, vê-lo marcar. Seja de pênalti ou falta, não importa. O fato de um goleiro fazer gols já é espantoso. E não foram gols contra clubes pequenos apenas, Ceni marcou também contra os principais clubes do país, inclusive Santos, Palmeiras e Corinthians.

Futuras gerações que não o viram jogar vão dizer que ele foi o maior goleiro de todos os tempos. Sim, porque ele também sempre foi um arqueiro de nível mundial, que escolheu jogar por apenas um clube.

Sabemos que o ‘se’ é um ponto de interrogação, mas como se Rogério jogasse em um grande clube europeu e fizesse 20% do que fez no tricolor, seria no mínimo finalista na lista dos três melhores da FIFA.

Pelo menos duas perguntas ficam momentaneamente sem resposta. Até quando jogará Rogério Ceni? E, qual será o próximo cargo dele no clube, presidente ou treinador? Acredito que os tricolores não querem saber a resposta tão cedo, já os rivais...

Nenhum comentário:

Postar um comentário