quarta-feira, 10 de março de 2010

Por onde anda...Johnny Herrera


Estava assistindo ao clássico chileno Universitário e lembrei-me do ex-goleiro do Univ. de Chile e do Corinthians, Johnny Herrera. O Superboy, alcunha recebida em seu país e que pegou por aqui, chegou com fama de bom goleiro, mas sua passagem pelo Brasil foi rápida. De volta ao Chile, Herrera chegou a ser preso no fim de 2009 e defende o Audax Italiano.

Johnny Cristian Herrera Muñoz nasceu em maio de 1981 e começou a carreira no Univ. de Chile em 1999. No ano seguinte o goleiro de 1,83 cm disputou as Olimpíadas de Sidney e depois de seis anos foi negociado, em seu país conquistou três vezes o título nacional, em 1999, 2000 e 2004.

No início de 2006 foi contratado pelo Corinthians, coma parceira MSI para a disputa da Libertadores. No entanto a disputa com Marcelo e Silvio Luis pela titularidade e a fraca campanha do time na competição sulamericana, fez com que ele deixasse o clube com uma passagem apenas discreta.


Em 2007 retornou ao país natal para defender o Everton, pelos Ruteleros o goleiro conquistou mais uma vez o título nacional, o Apertura 2008. A boa fase rendeu a transferência para o Audax Italiano da capital Santiago.

Titular dos Itálicos desde que chegou, o camisa 7 (!) se envolveu em uma grande confusão no fim de 2009. Na madrugada de 20 de dezembro o goleiro foi preso por atropelar uma mulher de 22 anos, que morreu no local do acidente, nas ruas do bairro de La Reina, na capital. A polícia investiga se o jogador estava embriagado e acima da velocidade.

O Audax Italiano é o sétimo colocado no Apertura 2010, sua última partida foi contra o Colo-Colo na derrota por 3 a 2. Na próxima rodada o clube enfrenta o Huachipato.

Nenhum comentário:

Postar um comentário