domingo, 14 de março de 2010

Conheça a Copa de transferências

Faltam 88 dias para o começo da Copa do Mundo 2010 na África do Sul e os nomes dos 23 jogadores que serão convocados por Dunga ainda não estão certos, pelo menos alguns. A base que o técnico montou conta com Julio César, Maicon, Daniel Alves, Juan, Lúcio, Gilberto Silva, Felipe Mello, Elano, Josué, Kaká, Luis Fabiano e Robinho. Nesta semana foi anunciado que a lista dos atletas convocados terá 30 nomes, sete serão excluídos.

Desses 30 nomes dificilmente passará de seis os jogadores que atuam no Brasil. Robinho e Adriano são os que possuem mais chances de ir à África do Sul. Entretanto, o volante Kléberson, o lateral Gilberto, o goleiro Victor e o zagueiro Miranda ainda sonham com uma vaga.

O sonho deles é o pesadelo de seus torcedores, isso por que a história mostra que após a Copa a tendência é que seus craques sejam negociados. Nas últimas três edições do Mundial (1998, 2002 e 2006) 17 jogadores que foram à Copa trocaram de clube. Destes 17 atletas, 11 atuavam no Brasil. Ou seja, 64 % do total de transferências.

A situação poderá ser ainda pior caso o time de Dunga conquiste o Hexacampeonato. Em 2002 a família Scolari trouxe a taça e sete jogadores mudaram de ares. Cinco dos sete jogadores atuavam no Brasil.

Se tomarmos como referência esses dados, temos a certeza de que após o Mundial da África ocorrerão mudanças para os selecionáveis que atuam no Brasil. Uma já está certa. Caso não aconteça nada de anormal, Robinho volta ao Manchester City. Outros que tem mercado na Europa são Adriano, Victor e Miranda.

Já o pentacampeão Kléberson e o (lateral/ala/meia) Gilberto mesmo que conquistem o título com a família Dunga, devem permanecer em terras tupiniquins.

Nenhum comentário:

Postar um comentário