domingo, 30 de agosto de 2009

Segunda fecha del torneo apertura


Na Sexta-feira dois jogos abriram a rodada.

O Central foi ao estádio Monumental de Victoria enfrentar o time da casa e ganhou sua segunda partida na competição. As duas equipes vinham de vitória na primeira rodada. O Tigre venceu o Chacarita por 2 a 1, enquanto o Central passou pelo Racing por 1 a 0.

O Tigre abriu o placar com o gol de pênalti de Martín G. Morel, aos 19’. Mas o Central nem teve tempo para se abalar com o gol, pois aos 21’ Emilio J. Zelaya aproveitou o escanteio e empatou. Quando o empate parecia inevitável, o Central teve escanteio a seu favor,a defesa do Tigre afastou e tentou puxar o contra-ataque, mas um passe errado de Leandro Lázzaro deixou o ex-jogador do Huracán Andrés Franzoia, que tinha acabado de entrar (88’), na frente do goleiro D. Islas para marcar o gol da virada dos rosarinos.

Em casa o Racing apenas empatou com o Colón, graças à falha do goleiro Santillo que rebateu chute de longe e deixou o gol aberto para Federico Neto abrir o placar aos 20’. Jogando em Avellaneda o clube não desistiu e conseguiu o empate sofrido aos 91’, com Rubén Ramírez de pênalti.

No sábado quatro jogos.

O Vélez não teve dificuldades para chegar aos seis pontos no torneio. Em casa marcou o primeiro aos 23’ com Nicolas Otamendi depois de uma confusão na área. O segundo veio com o camisa 9 Hernán R. López, que recebeu cruzamento da direita e colocou a bola no canto esquerdo de Cristian Campestrini. O Arsenal apertou e aos 25’ Cristian O. Alvarez de pênalti diminuiu. Somente oito minutos mais tarde Maximiliano Moralez recebeu belo passe dentro da área, tocou na saída do goleiro, fez o terceiro e decretou a vitória.

No clássico da cidade de La Plata entre Estudiantes e Gimnasia o campeão da Libertadores não deu chances ao rival e fez 3 a 0. Aos 18’ Juan M. Salgueiro aproveitou o rebote da falta e marcou. O matador Mauro Boselli importantíssimo na competição sul-americana fez o segundo aos 68’. Enzo N. Pérez recebeu lançamento e aos 76’ definiu o resultado que deu a liderança aos Pinchas, que ainda não sofreram gols. Os lobos seguem sem vencer.

Dois empates completaram os outros dois jogos do dia. O Banfield que surpreendera ao vencer o River na primeira rodada bem que tentou aprontar mais uma. De cabeça Santiago “El tanque” Silva colocou os verdes na frente aos 8’. Mas o empate do Argentinos veio aos 61’ com Gabriel Hauche que recebeu lançamento na direita e bateu no canto esquerdo. No estádio Mundialista Mendoza o time anfitrião do Godoy Cruz saiu na frente aos 25’com Daniel A. Veja, após cobrança de escanteio o camisa 9 completou para o gol. El ciclón empatou com um gol de pênalti (chute forte e rasteiro no meio do gol) de Alejandro D. Gómez aos 89’.

No domingo River, Independiente e Boca venceram a primeira. E o Newell’s chegou a segunda vitória.

No Monumental de Nuñez um jogaço de sete gols. O nome da partida foi ‘El Burrito’ Ariel Ortega. Uma assistência e um gol, seu sexagésimo terceiro (63º) pelo River em torneios nacionais. De falta Buonanotte marcou logo aos 5’ para los Millionarios. Aos 22’ Matías Alustiza recebeu nas costas do defensor Gustavo Cabral e empatou. Mas o zagueiro do River se redimiria dez minutos depois. Ele foi para o ataque e aproveitou escanteio para marcar de cabeça. A vantagem parecia certa ao fim do primeiro tempo, mas Matías Alustiza sofreu pênalti cometido pelo goleiro Daniel Veja. Ele mesmo bateu e empatou outra vez, aos 45+1’. Aos 52’ veio a virada do Chacarita. Falta cobrada na área e o goleiro Veja saiu mal, Facundo Parra pulou e de cabeça marcou. Foi ai que apareceu El Burrito Ortega. O veterano meia deu passe perfeito para Daniel Villalba que tinha acabado de entrar no lugar de Gallardo. Villalba driblou Nicolás Tauber e deixou tudo igual. Mas Ortega ainda não estava satisfeito e em um de seus momentos geniais encobriu o goleiro e deu a vitória ao River aos 87’.

Com um jogador expulso logo aos 23’ e outro aos 79’ o Atlético Tucuman perdeu mais uma. O time até que começou bem, o camisa 11 César Montiglio bateu colocado de fora da área e abriu o placar. Dois minutos depois ele levou o segundo amarelo e foi expulso. Mesmo com um a menos o Tucuman agüentou até os 64’, quando de pênalti Darío A. Gandín igualou. Empolgado o Independiente virou aos 67’ com Patricio J. Rodríguez. Guerreiro, o Tucumán ainda teve mais um atleta expulso, Fabio Escobar aos 79’. E ainda assim conseguiu igualar aos 80’ com Luis M. Rodríguez. Mas com nove em campo foi difícil segurar a pressão. E cedeu aos 84’ novamente Patricio J. Rodríguez em belo chute de longe. Em contra-ataque deu tempo de fazer mais um, Lionel J. Núñez aos 90+1’.

Em Lanús os xeneizes marcaram primeiro. Julio C. Cáceres precisou chutar duas vezes para abrir o marcador aos 16’. O time da casa conseguiu o empate aos 21’ com gol de cabeça de Agustín D. Pelletieri. Porém, o dia era mesmo dos veteranos e o artilheiro ‘El Loco’ Martín Palermo fez aos 79’ também de cabeça e decretou a primeira vitória boquense.

À noite o Newell’s recebeu o Huracán e venceu pelo placar mínimo. O gol da partida foi marcado por Juan M. Insaurralde aos 40’, após cobrança de falta ele recebeu na pequena área e só tocou para as redes. No começo do segundo tempo C. Sanchez Prette foi expulso pelo Newell’s, mas o Globo não conseguiu o empate e segue sem somar pontos no torneio.

Classificação Pontos e Média de pontos

1Estudiantes - 6 - 1.692

2Vélez - 6 - 1.679

3Rosario Central6 -1.115

4Newell`s - 6 -1.462

5San Lorenzo 4 -1.679

6Godoy Cruz 4 -1.325

7Banfield 4 -1.333

8Boca- 4 -1.731

9Independiente- 3 -1.295

10Tigre- 3 -1.551

11Lanús- 3 - 1.718

12River 3 - 1.410

13Argentinos Jrs.- 2 -1.295

14Racing- 1 -1.192

15Colón- 1 -1.321

16Chacarita- 0 -0.000

17Huracán – 0 - 1.410

18Atlético Tucumán0 - 0.000

19Arsenal- 0 -1.244

20Gimnasia- 0 -1.167

Nenhum comentário:

Postar um comentário